« Marianne Dubuc | Main | Jihyeon Lee »

Vigias

O vigia
a vigia
a vigilância
o vigilante

no piscar dos olhos
o instante é tarde
o amor instalado
estala os dedos

o vigor dos corpos
o eterno
os vasos comunicantes
os amargos das especiarias

ao amor compete
saber antes agora depois

ao vigilante vigiar
as estradas e as saídas.

Pedro Du Bois

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 14 de maio de 2019.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top