« Palavra de libertino | Main | The Plough Of Time »

Renoir

renoir-58-420.jpg

do corpo, a força visível

comentários (2)

vbm:

Lê só, o poema apropriado:


«A nudez requer um delta ou um oásis
ou a branca integridade do deserto
E dizemos que é uma balança um barco ou uma coluna
embora todas as margens se apaguem na brancura

O esplendor de um corpo é sumptuoso e puro
e tem a integridade de uma surpresa nua
Como pode a palavra cingir as voluptuosas linhas
em que o desejo dança dilacerado e ébrio?

A graciosa gravidade túmida e delicada
de um corpo que equilibra o mundo e o anula
é um doce e violento desafio
à volúvel e frágil fantasia da palavra»

antónio ramos rosa

ana r.:

Sim, é a legenda perfeita :)

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 06 de janeiro de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top