02 de abril de 2020

Utagawa Kuniyoshi

Utagawa Kuniyoshi.jpg

Dokkōdō

There is nothing outside of yourself that can ever enable you to get better, stronger, richer, quicker, or smarter. Everything is within. Everything exists. Seek nothing outside of yourself.

Miyamoto Musashi

01 de abril de 2020

William McGregor Paxton

William McGregor Paxton.jpg

No canto dos pássaros

Lembro o tempo das cerejas de Abril:
de quando vencia piratas mais altos que eu
e dava centenas de toques na bola,
em habilidade extrema.

Lembro de como salvava mundos e fundos,
em estados gripais ou a convalescer
de alguma hemorragia dos dentes
(eram muitos, os mundos,
E os fundos altíssimos).

Eu não era propriamente o super-homem
(sabia já que estava no caminho, mais que qualquer um),
e desgostava-me um pouco
que tantos percebessem
a satisfação num arroz doce
(fraqueza antiga, quase rendição).

Achava que o mês seria magnífico, para mim,
e Maio ainda melhor;
um dia faria caravelas
das pontas de um cigarro qualquer.

Não pensava nas desgraças do interior
e as desigualdades em nada me afectavam
(voava, no mínimo, à altura de Eusébio,
os outros que se cuidassem).

O trabalho precário ainda não tinha sido inventado,
a fome era muito natural
e a violência doméstica bastante considerada.
O mundo de aqui era invejavelmente pacífico.

Assobiava melhor que qualquer pássaro.

Ai, Amélia,
Cansam-me os teus olhos tristes
(soubesses o que eu sei).

Vem deitar.

Rui A.

31 de março de 2020

as nossas memórias

Estamos sempre a ficcionar as nossas memórias; o processo de edição no cérebro, a que chamam reconsolidação, tem base molecular. Cada vez que resgatamos uma memória ela submete-se a mudanças; não estamos a recuperar as nossas vidas anteriores.

Siri Hustvedt

Max Kurzweil

Kurzweil.jpg

Read, learn, work it up, go to the literature.
Information is control.

Joan Didion, in The Year of Magical Thinking

30 de março de 2020

Da contemplação

Contemplemos
o mundo
que não atravessamos

José Tolentino Mendonça

29 de março de 2020

Edward Hopper

Hopper.jpg

Prossigamos

Torna-te um perfeito estranho
para a tua vontade
e prossegue

José Tolentino Mendonça

Peregrinação

Liga o braço longe a uma estrela
Prende distâncias que teus pés ignoram
as árvores cruzam desse modo os seus ramos
enquanto as multidões falam
de milagres
que não viveram

José Tolentino Mendonça

28 de março de 2020

Edmund Blair Leighton

Edmund-Blair-Leighton-Gossip.JPG

Música Calada

Dizias que nos sobram as palavras:
e era o lugar perfeito para as coisas
esse escuro vazio no teu olhar.

E demorava a dura paciência,
fruto do frio nas nossas mãos vazias
que mais coisas não tinham para dar.

Dizia então a dor o nosso gesto
e durava nas coisas mais antigas
a solidão sem rasto que há no mar.

Luís Filipe Castro Mendes

27 de março de 2020

Menez

menez.jpg

saber esperar

Não há mais sublime sedução do que saber esperar alguém.
Compor o corpo, os objectos em sua função, sejam eles
A boca, os olhos, ou os lábios. Treinar-se a respirar
Florescentemente. Sorrir pelo ângulo da malícia.
Aspergir de solução libidinal os corredores e a porta.
Velar as janelas com um suspiro próprio. Conceder
Às cortinas o dom de sombrear. Pegar então num
Objecto contundente e amaciá-lo com a cor. Rasgar
Num livro uma página estrategicamente aberta.
Entregar-se a espaços vacilantes. Ficar na dureza
Firme. Conter. Arrancar ao meu sexo de ler a palavra
Que te quer. Soprá-la para dentro de ti
até que a dor alegre recomece.

Maria Gabriela Llansol

abril 2020

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Arquivo


&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top