« Goya | Main | The Return »

Do amor virtual

O gosto de qualquer saudade
é perda,gasto descontente.
Mesmo que dure essa memória
doce do que fomos,ou fosse
a vida brevemente imóvel,
seria tudo um pobre intento:
ficaria uma falta,fica a
falsa cara da imitação.
Memórias e palavras querem
viver verdades mais tangíveis.

Izacyl Guimarães Ferreira

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 09 de abril de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top