« Encontro | Main | Todo o tempo »

Magritte

rene-magritte-os%20amantes.jpg

os amantes

comentários (7)

Alice Gomes:

Querida Ana,
Acho esta pintura tão feia, horrivel!

T:

Cara Ana, acho esta pintura sensual, romântica, erótica, metáfora de um possível amor e do desejo!
Pois quando beijamos verdadeiramente, esquecemos as identidades, objetivos, materialismos, pois há envolvimento de uma entrega.

ana r.:

Caras, cada qual vê com muito mais do que os olhos e a consciência... a mim, estas imagens agradam-me porque representam a relatividade da beleza,a sua quase irrelevância no desejo, na paixão e, por maioria de razão (!), no amor.

Maria Alice Gomes:

Cara(o) T

Claro que quando beijamos, (e) (se) com desejo, não importa a identidade, mas aqui há uma "imagem do mal". Peço desculpa por não encontrar a beleza, o erotismo, a sensualidade e o sarcasmo que referem, mas para mim as imagens são assustadoras.
Não há desejo que sobreviva a esta imagem, a minha capacidade de abstracção quer no amor, quer na vida, leva-me para outros aminhos que não me deixam identificar com Magritte.

T:

pois, não devemos "nos identificar com tudo", detesto filmes de suspense/terror! :D
Desculpas?! ora, não tem porque! afinal nem todos os quadros do Magritte eu aprecio!
Vamos por escolas,.... humm, pelo visto adequa-se ao romantismo, eu também!
Mas, vamos lá, reconsidere e que tal uma pitada do "grotesco', ao olhar!?
o mundo tem decerto pitadas do grotesco!
bjim

T:

Alice,aqui retorno para brincar contigo: estás no país das maravilhas?
:D

T:

Alice, desculpa, mas vamos aprimorar a escrita: é uma mesma "echárp"que se enrosca nos personagens!
o ato de um beijo; e o beijo pode tirar a respiração (!), e um amor pode sufocar!:(
embora amor!

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 11 de dezembro de 2009.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Secção

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top