« Harper's | Main | Henri Manguin »

A luz à procura

Para entrar numa árvore
passa pela árvore.
Do outro lado
serás uma outra pessoa.
Acharás o teu caminho se te lembrares
Que todas as árvores são diferentes. Luz a tremeluzir
De lanternas, cães a ladrar
Em vozes altas. A luz à procura penteia a floresta
Em procura das crianças perdidas.
De botas de plástico vermelhas ele caminham
Na direcção de Este
Ou Oeste, em direcção do Norte
Ou do Sul, sempre mais profundamente na floresta.
A água sobe nas botas deles
Ensopa as meias, molhadas
Como o musgo nos bolsos.
Nunca vão regressar aqui.

Gunnar Harding

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 28 de setembro de 2017.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top