« Paul Gauguin | Main | Henri Manguin »

O Livro de Horas

Nesta aldeia, a última casa está
tão solitária como a última casa do mundo.

A estrada que a pequena aldeia não segura um segundo,
prossegue lentamente para a noite já.

A pequena aldeia é só uma transição
entre duas distâncias, cheia de pressentimentos e aflição,
um caminho que passa pelas casas em vez de um atalho sozinho.

E os que deixam a aldeia, longamente deambulam sem direção,
e muitos talvez morram pelo caminho.

Rilke, trad. Maria Teresa Dias Furtado

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 10 de outubro de 2017.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top