« Há muito | Main | Gekko »

as memórias

as memórias deste rio perdido
são recuperáveis no mar junto à foz
nessa fusão de encantos musicados
em onda mansa sem raíz de passado
nem recordação do futuro

lá longe avisto búzios faroleiros
que nos dão o rumo e a fé
vertida em dois veleiros hesitantes
na vaga alta que lhes tira descanso
talvez por castigo de Minotauro

jcm

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 09 de janeiro de 2019.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top