« Yoshu Chikanobu | Main | Carpe Diem »

Nem sempre

Nem sempre reconhecemos as histórias de amor dos outros, nem sequer quando somos nós o seu objecto, a sua meta, o seu fim.

Javier Marías, in Berta Isla, trad. Paulo Ramos

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 03 de fevereiro de 2019.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top