« Lotte Laserstein | Main | Lotte Laserstein »

Estátua de sal

Há aqueles nadas, como sejam as cores das pedras e os desenhos das sombras, a explorarem da minha fantasia os mundos mais recônditos. Há uma concentração favorável ao meu devanear. E o que a gente avista para além, de olhos fechados - os alardes da civilização, a majestade do monte ou do mar, os horizontes vastos, tudo o que vale a pena ir ver das casas dos outros, dos miradouros públicos, do alto da torre da capela do colégio.

Maria Ondina Braga

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 16 de julho de 2019.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top