« Um evento maior | Main | Albert Edelfelt »

Ronda

Nas horas de cabeça inclinada, nas horas
perdidas, por vezes em redor
surge zumbindo, roçando-nos
a ronda de sílabas mudas,
os escarabeus da fábula! Indícios
de labiais, de sibilantes sem
vogais, impalpáveis marcas
de vozes negadas anelantes
por uma célula vibrante de ar;
mensagens dos vãos érebos
escavados pelo tempo em nós, esmorecidas
crisálidas de esperas
descidas sem regressos
que talvez um vislumbre afaste
d'um labirinto de dias,
suspensos sobre mínimos vórtices
de silêncio, ou balançando num fio
de sentido, têm a medida
do instante de areia descendo...
depois ocultam-se, apanhadas
por outra ronda mais escura.

Lucio Piccolo

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 05 de janeiro de 2021.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/12 Ana Roque | Powered by Querido.org | Editado com Movable Type | Top