« Eu fui | Main | Baldazzini »

Navegador

Aprendi na coincidência dos encontros
Na voz da hierarquia
Na cama de estranhos
No copo das bebidas
No cheiro do cigarro e do perfume
Do sexo
Da noite
E
Do dia
Aprendi a observar tantas vidas
E por sentir pena ou rir de tanta ironia
Aprendi a canonizar minha alma progressiva
Profeta
Artista e navegador
Conquistei um tanto por nada
Na topografia
Na concessão de favores
Na obstinação de prazeres
No orgulho de minha frota
Da carne deixei marcas
Sem penar
Meu pêndulo penitência
De todas investidas

Sérgio Godoy

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 09 de janeiro de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top