« Stieff | Main | Dentro da noite, penso em ti »

Vamos beber à tarde?

Nada como uma sinfonia de Beethoven,
um lápis, um papel, um copo, uma tarde.
Beije nos lábios o sonho
e deixe-o passar assim dormente.

Sopre no ouvido o espanto
e deixe-o viver assim dolente.

José Nêumanne Pinto

comentários (1)

T:

olá, linda poesia.

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 28 de fevereiro de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top