« Memória na pele | Main | Ukiyo-e »

O equívoco

Tempo de dizer que meias palavras não bastam.
Que o esforço resultou inútil.

Tempo de dizer que o abraço não se fez cálido,
e sim amargo; hostil.

Tempo de dizer que tampouco há esperança:
vivemos e não somos recompensados.

O desamparo consome a relutância daqueles que persistem.

Os dias perduram no pó de contradições.
Juntas elas formam o equívoco da vida.

H. Deives Valeriano

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 12 de abril de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top