« O problema | Main | O Amante Diz Da Rosa No Seu Coração »

Goya

goya.teresa-sureda.jpg

Dona Teresa Sureda, no início do século XIX; eco longínquo: "Teresa? Qual Teresa?"

comentários (4)

T:

E o que respondeu o eco? ou quem respondeu ao Eco.

ana r.:

Nada, T. Ninguém.

T:

triste sina do eco....
a de nunca obter respostas..
Talvez,
ninguém obtenha o mérito, pois,
muitas respostas andam ao vento,
tanto quanto o vento ....
encontra o eco..
em um súbito momento.


especialmente para vc Ana

ana r.:

Obrigada pela gentileza, cara T.

A sua opinião?

Acerca

Esta é uma página de arquivo individual, publicada em 09 de março de 2008.

Post anterior

Post seguinte

Leia também a primeira página, faça uma pesquisa ou navegue através desta página de todos os títulos em arquivo.

pub




Arquivo

&

Primeiro endereço

© 2004/07 Ana Roque | Powered by TubarãoEsquilo | Editado com Movable Type | Top